25/03/2009

Homem que dança é tudo viado

Mentira. O título polêmico é exatamente para você olhar e pensar: "Ihhhh… Lá vem bomba!". Bom, nem tanto, mas tem coisas dentro desse assunto que essa cambada de modafoca tem que saber e aprender, pois posso te dizer com muita convicção: "A mulherada gosta!".

Quando eu li este post do Bruno no Blog Papo de Homem, não exitei em em dar um ctrl+c e colar aqui no meu blog. Porque eu sempre levanto essa bandeira: Homem que dança é tudo de bom! E ele definiu exatamente tudo aquilo o que eu queria dizer. Então, segue o post na íntegra:

Bom senso é essencial.
E o seguinte, é unânime. Fiz uma pesquisa rápida e 100%, sim, eu disse 100% da mulherada que eu perguntei respondeu que saber dançar é um diferencial pra um cara. Se você, mulher, não concorda, me desculpe então, pois não perguntei pra você. Mas lógico, existem coisas que um caboclo deve aprender para não cair no ridículo.
(Eu faço parte dos 100% plenamente).

Exemplifique por favor:
Te digo que não é nada legal o mancebo começar a dançar um funk com as mãos na parede, rebolando que nem uma gazela. Garanto que a mulher foge e eu soube de uma história dessa. Portanto, nada de pederastia na dança, independente do local. Claro que essa regra não serve somente ao funk e sim para todo tipo de dança. Se faz balé você tem uma tendência absurda de cair pro lado da pederastia, quase 100% eu diria. Mas há quem diga que existe homem que faz balé e não é gay. Eu até acredito, existe de tudo um pouco nesse mundo.
(Começou bem. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa).

Seguindo, ficar que nem uma toupeira, um poste, parado na balada não vai te trazer muita coisa ou muito destaque para a fêmea almejada. Certo que entre ficar que nem uma árvore ou ficar dançando como um pederasta você deve escolher a primeira opção, mas ponha na cabeça, nenhum desses caminhos vai te levar ao sucesso.

Portanto, coloque esse esqueleto para mexer. Se você for da turma dos exageros e rebolados, recomendo algum baile gay. Vai se dar bem por lá.

Por favor, essa época já passou, não me venha fazer isso

Mulher dos anos 70, fazendo a dança da galinha com poliomelite e o grande Travolta, dominando a pista

Além da pegação
Não queira nem tente ser “O cara” da boate, dançando que nem um animal de teta, chamando a atenção de todos pelo seu papel de otário mór. Contenha-se, menos, menos… Fique na boa e avance aos poucos, dançando de forma tranquila. Sempre mostrando pro alvo que você pensa que sabe dançar. Quem vai com muita sede ao pote acaba se fodendo mesmo.
(Vale a dica, de fazer charme, fazer o tipo "não sei dançar direito").

Mas é claro, também existem outros fatores e outras vantagens de se saber dançar. Ok, ok, confesso que a mulherada avanço é a melhor vantagem, mas quero citar outros pontos que são, também, importantes.
(tá tá, ok. Manda!)


Saúde é o que interessa, o resto não tem pressa.
Sim, dançar faz bem pra sua saúde. Você alonga bastante seus músculos, queima caloria, movimenta boa parte do seu corpo, principalmente a perna, claro. As mulheres movimentam bastantes partes do corpo, pois possuem movimentos mais complexos como os cambrés, que exigem principalmente da coluna.

Postura decente.
A postura é algo que a dança exige muito de você, principalmente no samba. Experimente fazer uma aula de iniciante. Você sai da aula completamente dolorido de tanto ter que ficar na postura, duro. É uma dança que exige bastante do cavalheiro. Outras danças como o bolero e tango também puxam muito a postura correta.

Em outras, como o forró, a postura não é tão marcante.
São mais tranquilas, largadas, sem tanta preocupação ou rigidez.

Forró: Não tem segredo. Dois passinhos pra um lado, dois pro outro.

Forró, mais conhecido como "me concede o prazer de esfregar minha virilha na sua?"

Alta-estima & low stress.
Como vimos, a dança atrai mulheres. Fato. (É) E, com isso, sua auto estima cresce. Claro, você está sempre perto de mulheres, elas vão elogiar sua dança (ou não), falar que você está mandando bem e vão acabar esquecendo que você é feio que nem o capeta e sua auto estima se eleva.
(Fato! O quesito beleza vai pra escanteio)


Sim, a dança é uma ótima terapia para você desestressar, esquecer do trabalho, dos problemas, contas, mulher que está enchendo o saco em casa, aquele teu chefe mala, entre outros problemas.

Quer dizer que nem todo mundo que dança é viado??
Sim, naturalmente. Apenas dançar como um baitolinha alegre é coisa de viado. Em outros posts irei falar um pouco mais sobre estilos de dança, quais são melhores para tirar proveito da mulherada, com quais você conquista mais delas, entre outras curiosidades.

Bacaníssimo Bruno. Mandou benzáço!!
Vou esperar os outros posts e indico aqui novamente.

Eu sei que tem homem que se garante por si só, sem saber dançar.
Mas se souber, nem preciso comentar mais nada!
Hasta la vista babe!!!

8 comentários:

Ana Karla disse...

esse Bruno mando bem mesmo!!
Tem o telefone dele??
HAHAHA

Karlinha disse...

por isso q aquela pessoa fez curso de dança!
kkkkkk

mariane disse...

não faz diferença pra mim se sabe dançar ou não.

Welton Nogueira disse...

aprenderei a dançar.

Tati disse...

Gostei que teve a foto do meu AMADO Tony Manero no post! O mito, a lenda, o rei! =D

~liana onfire disse...

o Serginho não sabia dançar, quando começamos a namorar.. agora já arrisca até uns passinhos de forró e vaneirão! um pouco desengonçado, ainda, mas o que vale é a intenção.
ele sabe que eu a-d-o-r-o dançar, então se esforça pra aprender.
não é um fofo? :}

Senhor B. disse...

Concordo com você em 80% das afirmações.
Por que esse tipo de assunto varia muito de região, pode ter certesa do que eu estou falando eu morro no foco da dengue

Senhor B. disse...

Concordo com quase tudo que você falou, por que este tema varia muito de lugares diferentes.