03/07/2009

Cara, o Sarney tá bombando!!

Antes de falar do Sarney, quero falar do Twitter. Aqui em Foz do Iguaçu, poucas pessoas têm Twitter. Mas o que é isso? Trata-se de um serviço gratuito que qualquer internauta pode usar. Não requer convite e permite que você publique textos de até 140 caracteres, inclusive por celular. Digamos que seja como uma folha de caderno com limitações de espaço, ou seja, é preciso ser objetivo. Porém, como em qualquer página em branco, você tem liberdade para escrever o que lhe vier à cabeça, desde fazer breves confissões sobre o seu cotidiano ("que alívio, acabei de dar a descarga!") até compartilhar poemas ou dar alguma dica para seus amigos (“Quem for esperto não vai ao Paraguai hoje, a fila está imensa”). Além disso, o Twitter é também uma maneira prática e rápida de divulgar links interessantes.

Eu já tenho Twitter ha um tempo, sigo muitas pessoas e muitas me seguem. Na ultima semana o assunto que bombou na rede foi, a desmoralização do senado. Promoveram manifestações pedindo a saída do Zé Sarney da presidência do senado e a cassação de seu mandato. A intenção era juntar usuários populares para fazer ações programadas, ou seja, falar sobre o mesmo tema ao mesmo tempo. Foi lançada assim a campanha: #ForaSarney. Para quem não sabe, o político está sendo acusado de favorecimento de parentes e amigos. Através de "atos secretos", Sarney teria criado cargos, aumentado salários, e nomeados funcionários sem divulgar na publicação oficial.

O ator Ashton Kutcher (o bonitão do filme Efeito Borboleta e também marido da atriz Demi Moore) que tem um dos perfis com maior número de seguidores, foi procurado por um grupo de usuários para comentar da campanha em seu Twitter. O pedido para o ator aderir a campanha foi feito, mas ator publicou a seguinte mensagem: "Para os seguidores brasileiros; só VOCÊS têm o poder de afastar seu senador. É o SEU país. VOCÊS devem lutar pelo que acreditam. Eu não tenho voto". Com isso, o grupo conseguiu colocar o assunto em segundo lugar entre os dez temas mais comentados do mundo.

Aí eu pergunto: O #ForaSarney é uma revolução de sofá? Só funciona virtualmente? A campanha é bacana, e acredito que assim os brasileiros se põem a par do que está acontecendo no meio político, pois até eu que nem sou ligada a esse assunto, estou bem entendida. A revolução de sofá é precária sim, porém, não deve ser desmerecida. Ela é mais um meio de fazer valer uma opinião pública. É claro que, fazê-la virar realidade é mais difícil, mas não impossível. Ashton que o diga.

Dentre essa repercussão toda, se eu fosse o Sr. Presidente esqueceria a idéia de lançar a Dona Dilma para presidência e colocaria no lugar o Sarney e como vice, a Mulher Melancia. Sarney tem grande aceitação popular e a mulher melancia, atrairia todos os votos dos tarados do país. Eles estão bombando.

FIKDIK

5 comentários:

Carol (: Simionato disse...

Olá, depois de um século sem comentar em blogs, achei o teu de novo no Twitter /o/

Mas sobre o post... o Twitter é um ótimo site, em pouco tempo "bombando" já deu mais resultados do que o orkut em tanto tempo. A "revolução do sofá" #ForaSarney é um passo a frente, mas não deixa de ser tudo o que você disse.

Acho importantíssimo que brasileiros, ainda que maioria apenas no Twitter e poucos nas ruas, se liguem nos acontecimentos políticos, em toda essa sujeirada. Chega de ver na TV notícias filtradas e maquiadas sobre essas porcariadas e apenas se preocupar com quando acaba o jornal para a novela das nove começar. Falta sair para a rua mesmo, colocar a cara na rua, fazer valer os direitos e a moral dos eleitores.

Quem não conhece as manifestações na época Collor? Eu nem tinha nascido ainda, mas já ouvi muito falar. É só nos movimentarmos que as coisas vão para frente.

Neo disse...

Sei não viu..
Já não acredito mais neste povo.
Eu queria mesmo é que o voto se tornasse facultativo.
Fa-cul-ta-ti-vo!!!!!!!!!

Beijo, abraço e aperto de mão...

Neo
twitter.com/todosossentidos

Tiquinho disse...

Vish o Sarney é brasileiro de primeira mesmo...

http://www.zedatuba.blogspot.com

Mestre Risada Forçada® disse...

Teve o #ForaInterney também, mas não vingou. Eu estava no time dos que esculacharam Éxitom Câtxer... aliás, estou agora a seguir vossa tão estimada pessoa. Peixos.

Mestre Risada Forçada® disse...

Teve o #ForaInterney também, mas não vingou. Eu estava no time dos que esculacharam Éxitom Câtxer... aliás, estou agora a seguir vossa tão estimada pessoa. Peixos.